• pt-br
    • en
    • es

Fabricantes e vendedores de produtos de limpeza e de alimentos aproveitam o aumento nas vendas

Girando Sol é destaque no veículo ZERO HORA.

Os novos hábitos de higiene impostos pela prevenção ao coronavírus deram impulso a investimentos previstos na fabricação de itens de limpeza. 

O mesmo ocorreu no segmento de alimentos, com o crescimento nas vendas influenciado pela reclusão em casa nos últimos meses. 

No Rio Grande do Sul, indústrias e comércios estão realizando ampliações em meio à crise econômica gerada pela pandemia.

Com alta nas vendas, ampliação da fábrica

pandemia trouxe como uma de suas principais lições a importância dos hábitos de higiene pessoal e da constante desinfecção de ambientes e objetos para evitar o contágio. Com isso, fabricantes de produtos de limpeza viram a demanda disparar. É o caso da Girando Sol, que, em abril, no auge da paralisação das atividades econômicas no Rio Grande do Sul, anunciou aporte de R$ 40 milhões para ampliar a linha de produção em Arroio do Meio, no Vale do Taquari.

De março a abril, na fase inicial da pandemia no país, a companhia chegou a registrar alta de até 60% nas vendas em relação a igual período de 2019. Itens como desinfetante, detergente, água sanitária, amaciante e sabão em pó sustentaram o crescimento nos negócios na Região Sul e as exportações para Paraguai e Uruguai. Esse cenário foi o empurrão que faltava para o anúncio do plano de expansão, que era discutido há dois anos.  

O investimento será feito de maneira escalonada e deverá ser conduzido até 2022. Cerca de 50% do valor anunciado vem de recursos próprios, que já estavam reservados, e outros 50% serão financiados. A primeira fase, com a expansão da linha de sabão em pó, será feita neste ano. A etapa consumirá em torno de R$ 20 milhões e, como resultado, dobrará a capacidade de fabricação do artigo. Para isso, já foram adquiridas novas máquinas.

Com a ampliação da estrutura em 6 mil metros quadrados, a Girando Sol começou a reforçar o quadro de funcionários. Das 50 novas vagas previstas, 35 já foram preenchidas. Com isso, a empresa chegou a 375 empregados.

Leia a matéria completa:
https://gauchazh.clicrbs.com.br/economia/noticia/2020/08/fabricantes-e-vendedores-de-produtos-de-limpeza-e-de-alimentos-aproveitam-o-aumento-nas-vendas-ckduqeio20039013gul2qvowm.html